(10-04-2019) 079-A-2019

25/04/2019 13:27
Dispõe sobre INDICAÇÃO do TRAINING CAMP HOPES REGIONAL de 2019 para atletas Recursos Próprios
 
A Liderança de Seleções Brasileiras, no uso das atribuições que lhe foram conferidas pela Confederação Brasileira de Tênis de Mesa, de acordo com o disposto no Estatuto desta Entidade, Art. 4º, alínea “c”, INDICA os atletas recursos próprios que candidataram-se e atenderam aos critérios técnicos  para participar do Training Camp Hopes Regional de 2019 , que será realizado no período 13 a 20 de maio de 2019, na cidade de Cuenca, Equador.
 
Masculino
FELIPE FAUSTINO DE LARA -  ASSOCIAÇÃO SÃO JOSÉ DOS PINHAIS - PR
 
Feminino
JÚLIA YUMI HATAKEYAMA - AABB CUIABÁ - MT
 
É obrigatória que um responsável, preferencialmente, o respectivo técnico acompanhe o(a) atleta.
Prazo para confirmação: 29/04/2019
 
1.            Documentação Necessária:
Passaporte com validade mínima de 6 meses da data de saída do país (validade mínima: 28/11/2019) e carteira internacional da vacina de febre amarela. Apesar do Equador aceitar carteira de identidade brasileira como documento oficial, é necessário o passaporte para inscrições no Campeonato.
2.            Uniforme
 
•             Todos os atletas deverão viajar com a camisa da seleção, para identificação na hora do translado.
•             Prazo para a retirada de uniformes:  data limite 10/05/2019. Solicitar a silmara@cbtm.org.br.
 
3.            Transporte
 
A organização proverá transporte interno Aeroporto-Hotel-Aeroporto, UNICAMENTE desde o aeroporto “Mariscal La Mar” da cidade de Cuenca, Equador .
 
Quem adquirir voo até Guayaquil, a organização recomenda a utlização de transporte terrestre Guayaquil-Cuenca- Guayaquil, através do serviço de ônibus do terminal terrestre de Guayaquil a um custo de USD 9,00 e também de furgonetas que saem junto ao aeroporto a um custo de USD 12,00 por pessoa.
Acompanhantes não contemplados na delegação oficial poderão se hospedar no Hotel da Organização a um valor de USD. 80.00.
 
Informamos que para este evento, não iremos enviar um técnico nosso. O Treinador deverá ser providenciado com recursos próprios.
 
Maiores informações ver Nota Oficial nº 079-2019
 
A Confederação Brasileira de Tênis de Mesa conta com recursos da Lei Agnelo/Piva (Comitê Olímpico do Brasil e Comitê Paraolímpico Brasileiro) – Lei de Incentivo Fiscal e Governo Federal – Ministério do Esporte
Este dispositivo passa a vigorar a partir da sua data de publicação